Job Content

17/06/2024

A diverticulite é uma condição médica que tem se tornado cada vez mais comum. Trata-se de uma inflamação ou infecção dos divertículos, pequenas bolsas que podem se formar nas paredes do intestino, principalmente no cólon. 

Essas formações são relativamente comuns, especialmente em indivíduos acima dos 40 anos, mas quando inflamadas, podem causar sintomas desconfortáveis e complicações sérias.

Prossiga com a leitura e confira tudo o que você precisa saber sobre o tema. Confira o que é diverticulite, diverticulose, principais sintomas e muito mais.

O que é diverticulite?

Em resumo, a diverticulite e a diverticulose são condições que afetam o cólon, gerando bolsas pequenas e inflamadas (divertículos). Logo, compreender essas condições é vital para adotar medidas proativas para preservar a saúde intestinal e a qualidade de vida.

A diverticulose refere-se à presença de divertículos que são pequenas bolsas que se formam nas paredes do cólon. Essa condição geralmente acontece devido à pressão exercida pelo aumento da pressão interna durante a passagem das fezes pelo intestino grosso. 

A diverticulose é comum com o envelhecimento especialmente em pessoas que possuem predisposição genética. Porém, hábitos alimentares pouco saudáveis e uma alimentação pobre em fibras pode favorecer a formação precoce de divertículos. 

A diverticulose é geralmente assintomática, mas alguns casos podem experimentar desconforto abdominal leve.

Quais os sintomas de diverticulite?

A diverticulose pode parecer inofensiva, mas o real problema pode surgir quando os divertículos se inflamam ou infectam causando a diverticulite que pode levar a sintomas incômodos e complicações sérias. 

Na diverticulite pode acontecer desde a obstrução dos divertículos com acúmulo de bactérias e inflamação até a ruptura de divertículos, o que pode causar infecção abdominal e sepse

A diverticulite gera dores abdominais severas, especialmente no lado esquerdo, constipação ou diarreia, além de febre e calafrio como sinais de infecção. 

A diverticulose, em si, raramente causa problemas significativos, mas a diverticulite pode resultar em complicações graves. Ambas as condições requerem atenção para preservar a saúde intestinal e evitar a perda da qualidade de vida. 

A diverticulite crônica pode levar a inflamação persistente, prejudicando a absorção de nutrientes. Alterações na flora intestinal podem ocorrer, afetando o equilíbrio da microbiota e da saúde intestinal.

 

Como tratar a diverticulose?

Por ser uma condição crônica, pessoas com diverticulose podem se beneficiar ao adicionar cuidados permanentes em sua rotina para a saúde intestinal como as cápsulas LL1. 

Vale destacar que as cápsulas LL1 não são um medicamento e por isso não tem contraindicações e podem ser um adicional ao tratamento convencional.

Suplementos ricos em prebióticos, como as cápsulas LL1, têm efeito comprovado em promover um ambiente intestinal saudável. As cápsulas favorecem o fortalecimento da parede intestinal e o crescimento de bactérias benéficas, com efeito poderoso na manutenção do equilíbrio na microbiota intestinal. 

Além disso, os minerais essenciais da fórmula LL1 resgatam a função intestinal modulando o sistema imune com efeito antioxidante e anti-inflamatório comprovado.

Com isso, a diverticulite e a diverticulose podem ser conduzidas eficazmente com uma abordagem integrativa e abrangente. Sendo assim, o consumo das cápsulas LL1 pode ser uma peça valiosa na promoção da saúde intestinal e na prevenção de complicações a longo prazo. 

Com EFEOM você não apenas vive mais, você vive melhor!

De modo geral, a diverticulite é uma condição que, embora comum, pode ser gerenciada e tratada eficazmente com o diagnóstico precoce e a adoção de medidas apropriadas. 

Entender os fatores de risco, reconhecer os sintomas e buscar atendimento médico ao primeiro sinal de problema são passos cruciais para evitar complicações mais graves. O tratamento pode variar desde mudanças na dieta e estilo de vida até intervenções médicas e, em casos severos, cirurgia.

Conte sobre os benefícios das cápsulas LL1 ao seu médico e busque orientação personalizada para garantir que as estratégias adotadas incluam essa ferramenta integrativa para sua saúde.

Por fim, para acompanhar novos conteúdos, acesse o Blog da Efeom.

 

Fonte: Anderson JW, Baird P, Davis RH Jr, Ferreri S, Knudtson M, Koraym A, Waters V, Williams CL. Health benefits of dietary fiber. Nutr Rev. 2009 Apr;67(4):188-205. doi: 10.1111/j.1753-4887.2009.00189.x. PMID: 19335713.

Fonte imagem: Freepik – Gpointstudio

Veja mais