efeom

26/07/2022

Saiba como manter a imunidade alta com dicas fáceis através da alimentação

Manter a imunidade alta significa ficar longe de gripes, resfriados e também garantir melhor qualidade de vida. Visto que doenças mais graves como a síndrome do intestino irritável ou doença de cólon podem ser evitadas quando o escudo da imunidade está ativo e realizando seu trabalho.

Afinal, o sistema imune é o responsável por proteger o corpo contra doenças, e quando esse escudo protetor está enfraquecido, abre brechas para desenvolvimento de infecções. Mas afinal, como manter a imunidade alta e garantir uma vida plena?

Nesse conteúdo, nós trouxemos algumas dicas sobre o assunto. Continue a leitura.

Hidratação 

Construir bons hábitos pode ser simples. O  fato de você aumentar sua ingestão de líquidos, principalmente de água, ajuda o sistema imunológico a retirar o excesso de impurezas do corpo e a prevenir doenças. 

O intestino é responsável pela produção de cerca de 70% dos anticorpos vitais que caem na corrente sanguínea. E, para isso, a linfa, um fluido que tem a função de transportar células imunológicas, precisa de água, visto que ela é composta principalmente por água. Além do mais, a desidratação pode retardar a movimentação da linfa, que consequentemente irá comprometer o sistema imune.

Consumir água é vital para a manutenção da saúde dos órgãos e do sistema imunológico, visto que a água além de ajudar na eliminação de toxinas, também lubrifica as paredes intestinais e contribui para a formação do bolo fecal, garantindo uma passagem livre das fezes até a evacuação. 

O consumo mínimo recomendado é de 2,5 litros de água por dia. Porém, essa quantidade varia dependendo do peso, gênero e grau de atividade física de cada pessoa. O indiscutível é que o consumo de água hidrata o organismo e auxilia em vários processos do corpo.

Faça atividades físicas 

Praticar atividades físicas é fundamental para manter a boa saúde, promovendo para o organismo diversos benefícios, como a prevenção de doenças, controle do peso, aumento do condicionamento físico e melhora do sistema imunológico. 

O hábito de movimentar o corpo, seja por uma caminhada, ciclismo ou natação, aumenta a quantidade de células de defesa. Por isso, comece a praticar uma atividade que combine com você, fazendo ao menos 30 minutos de exercícios por dia. Seu corpo já irá receber seus efeitos positivos, além de melhorar sua imunidade. 

Como manter a imunidade alta com alimentação saudável

Uma boa alimentação é a base de um sistema imunológico forte, para isso é necessário comer de forma saudável e fazer escolhas conscientes na hora de montar seu prato. Evitando industrializados e alimentos super processados como hambúrgueres e salsichas.

Dê preferência para legumes, frutas e vegetais, esses são alimentos que naturalmente possuem prebióticos, que auxiliam o intestino para o aumento das defesas do sistema imunológico. 

Ao comer, faça pratos com variedades de alimentos, consuma folhas verdes escuras pois são muito ricos em minerais e vitaminas, como potássio, ácido fólico, magnésio, vitamina K, dentre outros. A couve, chicória e espinafre, por exemplo, são ótimos aliados no bom funcionamento do intestino, justamente por conter um alto número de prebióticos.

As frutas cítricas como laranja, limão e acerola, possuem alto teor de vitamina C, que é um poderoso antioxidante que combate os radicais livres. Reduzindo assim os danos celulares, sendo perfeito para fortalecer o sistema imunológico. Porém, para conseguir todos esses benefícios, o consumo precisa ser diário. 

Os iogurtes, de preferência os naturais e sem açúcares, também são ótimos para serem consumidos dentro de uma dieta, como um lanche saudável. Visto que o iogurte natural também é fonte de probióticos, que contribuem com a remodelação da microbiota intestinal. Desta forma o iogurte e outros alimentos fermentados auxiliam no sistema imunológico na luta contra infecções.

Mantenha níveis adequados de Vitamina D

A suplementação com vitaminas, quando necessárias, só traz benefícios ao corpo. E a Vitamina D conta com mais de 80 funções que restauram o organismo humano. Ela desempenha um papel crítico na promoção da resposta imunológica. Tendo assim propriedades anti inflamatórias e imunorreguladoras. 

Estudos recentes publicados no Central European Journal of Immunology reforçam que a vitamina D é essencial para a ativação das defesas do sistema imunológico. Ainda dentro do estudo, foi identificado que a falta da Vitamina D pode estar associada ao aumento da suscetibilidade a infecções, doenças e distúrbios relacionados ao sistema imunológico.

Além disso, a Vitamina D também auxilia na regulação do cálcio e fósforo no organismo, ajudando assim a fortalecer os ossos e dentes. E, por fortalecer o sistema imunológico, afasta o risco de doenças, como diabetes e pressão alta. 

Ela pode ser absorvida por banhos diários de ao menos 15 minutos no sol. Já para peles morenas a negras o ideal é ao menos 30 minutos diários de exposição à luz solar. Caso isso não seja possível, a suplementação é a alternativa mais eficaz, mas é necessária orientação médica para isso. 

Reduza o consumo de álcool

De acordo com o National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA), dos EUA, pessoas que abusam constantemente do álcool correm maior risco de contrair doenças como pneumonia e tuberculose. Consumir bebidas alcoólicas, sobretudo em excesso, debilita o sistema imunológico e reduz a capacidade do organismo de enfrentar doenças infecciosas.

Durma bem: como manter a imunidade alta com o sono

Ter boas noites de sono, dentro do sono profundo, é essencial para a manutenção do intestino funcionando de forma ideal, como também para manter o sistema imunológico ativo.

Visto que a insônia ou a baixa qualidade do sono causam estresse e ansiedade, o que reduz a imunidade. Isso porque, ao dormir pouco, há um aumento do nível de cortisol no sangue, reduzindo as capacidades defensivas. 

Além disso, ter uma boa noite de sono é fundamental para descansar o corpo e regular suas funções. Tenha o hábito de ir dormir sempre nos mesmos horários e evite usar celulares, tablets e tvs antes de dormir, pois a luz irradiada por esses aparelhos atrapalha o sono e faz com que o cérebro demore mais tempo para “desligar” e entender que está na hora do corpo descansar e entrar em sono profundo. 

Ou seja, a regulação do sistema imune e a renovação celular do corpo dependem de uma boa quantidade de sono profundo. Tente priorizar a obtenção de pelo menos 7 a 8 horas de sono ininterrupto por noite, com pelo menos 33% desse período em sono profundo.

Adotando esses hábitos, sua imunidade se manterá alta, evitando assim doenças e infecções que podem se desdobrar em doenças sérias. E para manter seu intestino em bom funcionamento aposte no efeito EFEOM LL1, um suplemento que irá remodelar a microbiota intestinal e consequentemente, sua imunidade, que contém diversos tipos de prebióticos e minerais, nas proporções necessárias. Experimente o EFEOM LL1 e sinta a melhora da sua microbiota intestinal!

Notícias relacionadas