efeom

26/10/2021

O papel da microbiota no envelhecimento está relacionado com uma das maiores conquistas recentes da humanidade, que foi a longevidade. O envelhecimento populacional é um fenômeno que acontece em ritmo acelerado em todos os países do mundo. Esta conquista trouxe um dos grandes desafios para o século XXI, afinal tão importante quanto a longevidade, é manter a qualidade de vida na terceira idade.


Você sabia que descobertas recentes mostraram que com o avanço da idade, a microbiota intestinal torna-se também mais diversa e variável?


As mudanças na composição da microbiota não são repentinas, e ocorrem gradualmente com o passar do tempo. Durante o processo de envelhecimento, a microbiota intestinal é afetada pelo estilo de vida, fornecendo uma proteção para os desafios externos à que somos expostos no dia-a-dia. Portanto, a microbiota intestinal reflete também a experiência pessoal de cada um ao longo da vida.


Levar um estilo de vida pouco saudável ao longo dos anos, pode causar mudanças do microbioma como a disbiose intestinal relacionada à idade, que contribui para um envelhecimento não tão saudável e redução da longevidade. O microbioma intestinal depende do bom funcionamento de vias de sinalização entre os nutrientes provenientes da
alimentação, a microbiota e o indivíduo para promover efeitos benéficos na saúde e na longevidade. Quadros de disbiose intestinal podem interromper essa comunicação e assim diminuir estes efeitos benéficos ou até mesmo ter efeitos negativos como o desenvolvimento de patologias degenerativas relacionadas ao envelhecimento.


Pessoas idosas também tem maior risco de desenvolver doenças crônicas, e isso ocorre porque a microbiota pode afetar mudanças relacionadas ao envelhecimento na manutenção de massa muscular, função cognitiva e na imunidade inata. A formação, maturação e senescência do sistema imunológico intestinal estão intimamente relacionadas ao microbioma modulando o sistema imunológico, o que pode afetar o estado de saúde geral e a qualidade de vida.


O envelhecimento é um processo natural e progressivo influenciado tanto pela hereditariedade quanto pelo estilo de vida e por fatores ambientais. Sabemos que no mundo moderno nem sempre é fácil manter uma rotina que inclua hábitos saudáveis. Por isso conhecer o papel da microbiota no envelhecimento permite o desenvolvimento de suplementos alimentares com composição de alta qualidade que fornecem uma base para promover o envelhecimento saudável aos mais jovens e melhorar a saúde e qualidade de vida dos idosos por meio da manutenção de uma microbiota intestinal saudável.


Fonte:
Kim S, Jazwinski SM. The Gut Microbiota and Healthy Aging: A Mini-Review. Gerontology.
2018;64(6):513-520. doi: 10.1159/000490615. Epub 2018 Jul 19. PMID: 30025401; PMCID:
PMC6191326.

Notícias relacionadas