efeom

07/02/2022

A silimarina ou o extrato de Silybum marianum, também conhecido como cardo mariano, tem
um notável efeito biológico hepatoprotetor. Já é relativamente conhecido seu uso para
tratamento de diversas doenças hepáticas há séculos, devido ao seu poder antioxidante, anti-
inflamatório e antifibrótico.


De fato, o efeito antioxidante e anti-inflamatório da silimarina é reconhecido para a
diminuição de danos ao fígado por reduzir as vias de sinalização da cascata inflamatória,
modulando o sistema imunológico. A silimarina também é capaz de aumentar a vitalidade
celular e reduzir a peroxidação lipídica e a necrose celular no fígado. Além disso, o uso de
silimarina tem importantes efeitos biológicos na doença hepática gordurosa não alcoólica. Os
compostos bioativos da silimarina antagonizam a progressão da doença hepática gordurosa
não alcoólica, intervindo em vários alvos terapêuticos como estresse oxidativo, resistência à
insulina, acúmulo de gordura no fígado e disfunção mitocondrial.


Os efeitos hepatoprotetores da silimarina já são bem conhecidos, no entanto, o que ainda não
é muito conhecido são os efeitos da silimarina sobre os distúrbios do sono. Distúrbios do sono,
como restrições de sono (insônia) e sonolência diurna são comuns em pessoas com doença
hepática gordurosa não alcoólica. Estudos recentes avaliaram os efeitos da qualidade e
quantidade do sono no desenvolvimento e progressão da inflamação e doenças crônicas.


Atualmente já sabemos que a própria obesidade e a síndrome metabólica estão associadas à
distúrbios do sono como a síndrome da apnéia obstrutiva do sono, que é uma consequência da
obesidade, que leva à fadiga crônica, além de ser uma das apresentações clínicas mais comuns
da doença hepática gordurosa não alcoólica. Pesquisas recentes têm demonstrado que a
suplementação de silimarina, por seus efeitos hepatoprotetores, leva à melhora da doença
hepática gordurosa não alcoólica e por consequência promove também a melhora dos
distúrbios do sono presentes na rotina dessas pessoas. A melhora do padrão de sono propicia
uma melhora na resposta aos tratamentos convencionais para doença hepática gordurosa não
alcoólica potencializando os efeitos do tratamento. Assim, o consumo de suplementos que
contenham silimarina em sua composição beneficia não somente a saúde hepática como
também ajuda na recuperação mais rápida de padrões saudáveis de sono.


Fonte:
Khoonsari M, Mohammad Hosseini Azar M, Ghavam R, Hatami K, Asobar M, Gholami A, Rajabi
A, Safarnezhad Tameshkel F, Amirkalali B, Sohrabi M. Clinical Manifestations and Diagnosis of
Nonalcoholic Fatty Liver Disease. Iran J Pathol. 2017 Spring;12(2):99-105. Epub 2017 Apr 1.
PMID: 29515630; PMCID: PMC5831064.

Veja mais