efeom

22/12/2021

Entenda mais sobre a relação da termogênese e o emagrecimento, continue lendo nosso artigo.

A termogênese é um processo metabólico em que o corpo queima calorias para produzir calor. Esse processo acontece por vários motivos, como a prática de exercícios físicos, alimentação e inclusive por conta da baixa temperatura do ambiente. 

Isso acontece pois o corpo precisa manter uma temperatura ideal, para seu bom funcionamento, assim o hipotálamo envia um sinal para os músculos se contraírem.  Assim como as contrações musculares, ou tremores, ajudam a produzir calor e aquecer o corpo. 

Porém, a relação entre termogênese e emagrecimento não é tão simples. Continue  a leitura e entenda!


Qual a relação entre termogênese e emagrecimento?

No primeiro momento, podemos acreditar que a termogênese e o emagrecimento são aliados. Visto que esse processo metabólico promove a perda de peso pois aumenta a queima de calorias do corpo. 

Porém, quando há uma baixa ingestão de calorias, o corpo reduz o processo de termogênese e o emagrecimento pode ser ainda mais longo. Como é exemplificado na pesquisa base deste artigo, sobre as mudanças no gasto de energia com ganho de peso e perda de peso.

Do mesmo modo que o organismo passa por adaptações metabólicas em resposta às mudanças de peso corporal, sempre buscando manter o equilíbrio das funções corporais. 

O ganho e a perda de peso estão relacionados com o balanço energético, ou seja, a relação entre o consumo de energia proveniente da dieta e o gasto energético com as atividades ao longo do dia.

Nesse sentido, quando há ausência de outras doenças, o aumento no balanço energético positivo leva ao ganho de peso, enquanto o balanço energético negativo propicia a perda de peso corporal. Porém, o gasto energético não depende apenas da atividade física praticada ao longo do dia, mas também da termogênese. 

Como mencionado no início, a termogênese representa as mudanças no gasto energético. Que são independentes das variações na composição corporal como aumento da massa muscular ou do nível de atividade física praticado no momento.

Com organismo em termogênese, o emagrecimento pode acontecer de fato, visto que o aumento da queima calórica do corpo é elevado. E, para induzir a termogênese e o emagrecimento, existem três formas principais: 

  • Exercícios físicos: quando mais o corpo é exercitado mais energia é liberada, promovendo assim a queima de calorias com o calor. E, quanto mais calorias você queima, mais peso tende a perder.
  • Pelas baixas temperaturas: quando a temperatura corporal cai, o hipotálamo envia um sinal para os músculos se contraírem. Estas contrações musculares, ou tremores, ajudam a produzir calor e aquecer o corpo. 
  • Ativação por meio da dieta: Há substâncias termogênicas também nos alimentos, e consumi-los pode aumentar de 4 a 5% o metabolismo e queimar de 10 a 16% de gordura presente no corpo. Assim, consumir alimentos termogênicos como a pimenta, gengibre, chá verde e canela pode auxiliar nesse processo. 

Quais são os cuidados necessários?

Apesar dos pontos levantados no tópico anterior, é preciso ter atenção a alguns fatores. Pois a termogênese é um mecanismo independente no controle do gasto energético, atuando como um regulador biológico ancestral buscando sempre o equilíbrio e manutenção da saúde para garantir a nossa sobrevivência. 

Ou seja, nosso corpo já realiza esse processo tendo como objetivo principal a manutenção da vida. E o emagrecimento é uma consequência, caso haja um equilíbrio entre as entradas de calorias, por meio da alimentação e o gasto energético.

Assim, para promover de fato a associação entre termogênese e  emagrecimento é necessário que haja um balanço energético negativo. Nesse caso, a termogênese é reduzida e direcionada para a economia de energia. Já nos momentos de ganho de peso, o balanço energético positivo leva a dissipação de energia com o aumento da termogênese.

O grande impasse reside no fato de que durante intervenções com o objetivo de perda de peso como no tratamento da obesidade, os mecanismos de termogênese são reduzidos como resposta à restrição calórica da dieta para emagrecimento. 

Com isso o gasto energético fica reduzido dificultando ainda mais o processo de perda de peso corporal. Por isso muitas vezes dietas muito restritivas podem funcionar em um primeiro momento, mas acabam não tendo efeito desejado a longo prazo.

Isso ocorre porque durante o início da perda de peso, acontece a redução dos estoques de glicogênio juntamente com a queda na secreção de insulina, levando ao aumento da termogênese para atender às necessidades de energia do cérebro. 

Porém com o passar do tempo, durante a progressão da perda de peso, os baixos níveis de leptina levam à redução da termogênese com objetivo de poupar os estoques de triglicerídeos antes que fiquem muito baixos. Já que os triglicerídeos são essenciais para algumas funções biológicas básicas como por exemplo, reprodução.

Então, qual é a solução?

Com esse dilema em mente, cresceu o interesse em intervenções terapêuticas capazes de estimular o aumento do gasto energético através da termogênese durante tratamentos para perda de peso. 

Uma maneira de se estimular o aumento da termogênese é através da biogênese mitocondrial. Já que as mitocôndrias são as organelas responsáveis pelo gasto energético através da dissipação de calor. 

Terapias medicamentosas podem promover a termogênese através do aumento do número de mitocôndrias, no entanto esses medicamentos comumente têm efeitos colaterais indesejados. 

Assim, terapias alternativas como a suplementação de minerais como zinco, tem se mostrado uma excelente alternativa para estimular o aumento do gasto energético e favorecer o processo de emagrecimento e manutenção do peso sem que haja contraindicações.

Quer ter acesso a mais informações sobre saúde? Continue acompanhando nosso blog!


Fonte:

Müller MJ, Enderle J, Bosy-Westphal A. Changes in Energy Expenditure with Weight Gain and
Weight Loss in Humans. Curr Obes Rep. 2016 Dec;5(4):413-423. doi: 10.1007/s13679-016-
0237-4. PMID: 27739007; PMCID: PMC5097076.

Notícias relacionadas