efeom

28/02/2023

A fibromialgia é uma doença clínica que pode se manifestar pelo corpo todo, mas a musculatura é a principal parte atingida. Vejas as causas, sintomas e tratamento:

Esta doença é uma síndrome autoimune, não inflamatória com dor crônica em diversas partes do corpo, principalmente nos tendões e nas regiões das articulações.  Ela acomete principalmente as mulheres. 

A fibromialgia também se manifesta através de sinais de cansaço, ansiedade, alteração na concentração e memória, mudanças na rotina do sono, problemas intestinais e depressão.

Os principais sintomas da FM

Os sintomas da Fibromialgia são os mais variados, tanto na forma como aparece quanto na sua intensidade. Mas com  alguns critérios específicos, e relatando os sintomas, o médico consegue identificar. São eles:

 🤜🏻 Dores nos músculos e tendões;

🤜🏻 Fadiga;

🤜🏻Sono ruim;

🤜🏻 Depressão e ansiedade;

🤜🏻Síndrome de intestino irritável.

Causas da fibromialgia

Assim como as demais doenças reumatológicas, a  FM ainda não tem as causas e as formas de desenvolver, bem esclarecidas. Os pacientes com fibromialgia  têm muita sensibilidade à dor porque tem relação com o sistema nervoso. A doença, pode aparecer depois de um acontecimento grave na vida da pessoa, como um trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção generalizada. 

O mais comum é que o quadro comece com uma dor mais localizada que depois se espalha para o resto do corpo.  Outro detalhe interessante é que de cada 10 pessoas com a FM, de sete a nove são mulheres. 

A idade mais comum para o aparecimento da fibromialgia, é entre os 30 e 60 anos, mas também há casos de pessoas mais velhas e também de crianças que desenvolveram a doença.

O diagnóstico da Fibromialgia é clínico, ou seja, nem sempre precisa de exames para comprovar que a pessoa está doente. Se o médico fizer uma entrevista completa com a pessoa, destacando os pontos de dor, já pode dar o resultado na primeira consulta.

Tratamento da fibromialgia

A doença é tida como incurável e é tratada com medicamentos para alívio dos sintomas, tais como analgésicos, mio relaxantes, ansiolíticos, remédios para dormir etc.

No entanto, há diversas evidências que indicam que a causa da fibromialgia pode estar relacionada à disbiose, ou seja, perda da qualidade da microbiota intestinal. Pois, a microbiota intestinal é tida como o nosso segundo cérebro e é muito importante para a modulação do sistema neuro-endócrino-imunológico. 

Já se sabe que 4 gêneros de bactérias intestinais são responsáveis pela regulação de 4 neurotransmissores cerebrais. São eles a serotonina, a dopamina, o GABA e a noradrenalina. Os quais são responsáveis pelo nosso bom humor, sono profundo e por nossa disposição para a prática de atividade física ou atividade mitocondrial.

O stress, seja ele químico, pelos conservantes de alimentos, defensivos agrícolas, medicamentos, entre outros ou emocional ou nutricional, por dietas hipercalóricas ou restritivas, além da sobrecarga de trabalho, pois as mulheres costumam suportar até triplas jornadas, provoca, direta e indiretamente, a disbiose da microbiota intestinal e o acúmulo de cortisol. 

Um hormônio imunossupressor e só pode ser eliminado no sono profundo. Ou seja, leva a disfuncionalidade do sistema imune, que provoca as doenças autoimunes, tais como:

 🤜🏻obesidade;

 🤜🏻 alergias/intolerâncias;

 🤜🏻 diabetes;

 🤜🏻 câncer e inflamações crônicas, como a fibromialgia.

Os prebióticos da Efeom podem ajudar na qualidade de vida?

Com o uso de composições prebióticas, como a EFEOM LL1 + silimarina, é possível recuperar a eubiose da microbiota intestinal, recuperando a homeostase do sistema neuro-endócrino-imunológico. Com isso, há melhora da qualidade do sono e melhor funcionalidade do sistema imunológico, que tende a reduzir os ataques ao organismo. 

Talvez por isso, temos recebido relatos de consumidores, indicando ter percebido melhora nos sintomas de fibromialgia, após algumas semanas de consumo das cápsulas EFEOM LL1 + Silimarina.

Em teste clínico realizado na USP, prestes a ser publicado, foi constatado que em 90 dias após o início do consumo de EFEOM LL1 + Silimarina a disbiose foi revertida para eubiose. Após 180 dias de consumo, foi atingido o padrão ouro de eubiose intestinal (com 35% de bactérias do filo Firmicutes e 65% do Bacteroidetes). Também foi constatado que houve queda média de 40% do cortisol, indicando controle dos efeitos do stress e a volta do sistema imune a normalidade.

Conseguimos explicar os sintomas, as causas e o tratamento para fibromialgia? Continue acompanhando nosso blog e saiba mais informações sobre outras doenças e como um tratamento certo pode resolver muitos problemas

Acesse nosso site e conheça nossos produtos.

banner para download do e-book da Efeom

Notícias relacionadas