efeom

08/05/2023

A obesidade pode ser um grande problema para algumas pessoas.  Neste conteúdo vamos revelar os resultados de um teste clínico com o consumo de Efeom LL1 + Silimarina.

Hoje nos falaremos sobre os Resultados do Artigo Científico Registrado pela Efeom na Revista Frontiers, o Artigo Mostrando os Resultados sobre Obesidade, do Teste Clínico Realizado na FMUSP, com Voluntários que Consumiram a Composição Prebiótica EFEOM LL1 + Silimarina, em Duplo Cego, por 180 dias.

Neste sentido, o referido teste clínico foi um desdobramento do teste pré-clínico, com camundongos obesos, que mostrou intenso aumento da atividade mitocondrial nos animais que consumiram a composição prebiótica EFEOM LL1 + silimarina, com troca de massa gorda por massa magra e
redução da esteatose hepática.

Além disso, a Organização Mundial de Saúde (World Health Organization), passou a divulgar o artigo sobre estes resultados do teste pré-clínico.

Resultados positivos

No teste clínico, os voluntários que consumiram a EFEOM LL1 + Silimarina, por 180 dias, apresentaram completa reversão da disbiose intestinal, passando para o padrão ouro de eubiose, com significância estatística nos seguintes efeitos endocrinológicos:

Redução da Circunferência Abdominal: devido a redução da inflamação metabólica e a consequente maior atividade mitocondrial, que levou à troca de massa gorda por massa magra;

Houve redução de 1 cm de circunferência abdominal a cada 90 dias. Redução do HOMA-IR: devido a maior atividade mitocondrial (pela redução do NFkappa-B);

 Houve redução dos picos glicêmicos. Quanto menor o HOMA-IR menor tende a ser a resistência à insulina;

Redução das Enzimas Hepáticas ALT e AAR: A redução dessas enzimas hepáticas é resultado da  redução da atividade oxidativa da glicose no fígado. Essa redução é muito benéfica para reduzir a fibrose e a cirrose, nos casos de esteatose hepática. Aliás, confirma os resultados de um artigo anterior, sobre o teste pré-clínico com camundongos, que já havia mostrado significativa redução da esteatose e fibrose hepáticas;

Redução do Cortisol: A redução foi da ordem de 35% em 180 dias, denotando o importante efeito da modulação da microbiota intestinal na redução da inflamação metabólica. Com isso, ocorreu a modulação de todo o sistema neuro-endócrino-imunológico, que pôde ser medido pela redução do cortisol;

Redução do TSH: sinaliza que a modulação do sistema endócrino, através da reversão da disbiose intestinal, também beneficiou a tiroide.

Mais publicações

Outros dois artigos devem ser publicados em breve, correlacionando as mudanças ocorridas na modulação da microbiota intestinal dos voluntários com os efeitos benéficos da modulação do sistema neuro-endócrino-imunológico.

Estes artigos pretendem mostrar como o uso de composições prebióticas + silimarina podem trazer benefícios para a longevidade. Além de reforçar os efeitos das terapias já utilizadas no tratamento das doenças autoimunes, começando com a obesidade e se estendendo pela diabete, prevenção ao câncer, inflamações intestinais crônicas, alergias e fibromialgia.

Lembramos a você que gosta do nosso conteúdo, para que Curta, Compartilhe e Comente nossos vídeos e se inscreva no nosso canal do YouTube. Desta forma, sua inscrição é muito importante para o crescimento do nosso trabalho!

.

 Acesse nosso site, entre em contato conosco para conhecer nossos serviços.  Continue acompanhando o nosso blog para ter acesso a diversas outras informações!

Notícias relacionadas